25.11.05

O dia em que o pato era galinha

Há duas ou três horas tentaram convecer-me que estava a chover mas eu não acreditei. Andava toda a gente nas ruas de guarda-chuva aberto e correr sem razão nenhuma.
Só não percebo é como é que fiquei com o cabelo e o sobretudo molhados. Que dia mais estranho!