28.9.05

A lesbiana união europeia

A Espanha, a França, a Finlândia, a Suécia, a Holanda, a Bélgica, a Dinamarca, a Alemanha, a Grécia, a Itália. Estão a ver o padrão? Só fêmeas? Será acaso ou necessidade? Engenho ou arte? Lotaria genética ou opção estética?
E qual o papel da Inglaterra neste grande bacanal lésbico? O de hermafrodita transmutado em macho quando se chama Reino Unido, quiçá por influência desmedidamente viril do País de Gales?
E o do Luxemburgo, tão pequenino?
E Portugal, será voyeur ou participante?
E porque estarão estas questões sempre afastadas do debate político?
Hã?
Porquê?
Hã?