24.8.05

O sonho dele XCIII

O sonho do Black Adder era cevar a torto e a direito com os cornos enfiados na merda, mas puta que o pariu, por mim acabou-se a não ser que o badalhoco se balde ao caroço, porque a Dona Vitória do supermercado está-se a borrifar para o desfolhar nem quer saber de ver o lixo do rameloso.