25.7.05

Farto

Já estou farto de ver a carantonha sorridente de sua excelência o nosso ex-primeiro-rei-presidente da pública ali em baixo.
É possível que alguns dos nossos i-leitanitos também estejam. Peço humildemente desculpas em meu nome pessoal (não ponho o resto da irmandade ao barulho porque cada um sabe de si) pela grande dose de indolência e criação que por aqui vai, que deixou o nosso re-re-candidato aqui no príncipio da página, sozinho, por mais de 24 horas, sem ao menos a trampa dum sonhozito mal formado a cobri-lo por causa do frio dos brancos da página.
Não é embirração nenhuma pelo senhor, não senhor, que por acaso até lhe tenho tido muito respeito, quer dizer, assim mais ou menos, por umas coisas que ele às vezes diz e parece-me que até não vai muito mal.
Mas sempre vou já advertindo que se tivesse que ser, preferia que fosse o general Ramalho - ao menos saía-nos mais barato o consulado.