17.6.05

Poema

Há vinte camaradas

Há vinte camaradas,
amanhã há vinte e um,
depois de amanhã vinte e dois
vinte e três um dia depois