15.6.05

A Perfídia

Estou apertando o narizinho ao ordinário que costuma assinar esta folha. Está aqui bem preso sem hipótese de escrever as tontices insensatas néscias do costume.
Acabaram-se-te os abortos em português, não foi menino? Já não metes cá predicados, pois não? Ãnh!?

Já começou o processo reeducativo dos pérfidos que actuavam neste antro. Nós, os Los Gonzagas, iremos finalmente por cobro à injúria e ao nonsense destes.

Milibar Gonzaga,
autor e educador