6.6.05

Já?

Já te lavaram as costas, filho, já? Então agora vai pô-las à sombra para secar, que a virgindade dos peixes não é coisa para aqui chamada.
Estavas à espera de quê? Comiseração e emprego danado pelas trombas do alicate que trazes na malinha? Raios te partam, filho, raios te partam. Daqui nem mais uma faúlha perdida. Daqui agora só levas quando desimpedires o teu fiado, que está a atravancar a passagem no corredor dos molhos doces. E já agora, se apanhares aí pelo caminho a tonsura, não tragas o resto para mostrar, que ninguém faz fé da tua vingança.